Movére

Dinâmica de pesquisas sensoriais (19/04/2016)

A proposta desta vivencia é propor ao ator-pesquisador um trabalho sensorial, onde ao vedar seus olhos os atores são provocados a explorar um determinado espaço externo usando seus outros sentidos como: tato, olfato e audição. Eles ainda são estimulados a absorver corporalmente as sensações vivenciadas ao tocar, ouvir e cheirar um ambiente não-cotidiano e por fim traduzi-las em palavras ao grupo.

Dinâmica de pesquisas sensoriais ‎‎(19/04/2016)‎‎



Movèrianas 2014 baseia-se na obra de Gabriel Garcia Marques


Nestas movèrianas, o Movère trás, novamente, aos interessados nas pesquisas realizadas pelo grupo - uma imersão intensiva nas vivências artísticas vinculadas às investigações que vem realizando em busca da construção das bases de um treinamento ecopoético para o actante na construção do evento espetacular. Este ano a vivencia terá por mote a Macondo “a aldeia de vinte casas de barro e taquara, construídas à margem de um rio de águas diáfanas que se precipitavam por um leito de pedras polidas brancas e enormes como ovos pré-históricos" e os acontecimentos do romance “Cem anos de solidão”, de Gabriel Garcia Marques, e as vivências resultantes fornecerão as bases para o novo espetáculo do Movère que tratará do Tema”.

Os interessados devem procurar a sala 2.13 REUNI, do campus CTAN,até as 17 h do dia 03 de Abril para realizar as inscrições.




“Tú Não Te Moves De ti"

Nesta primavera o MOVÈRE traz a publico seu quinto trabalho; a transcriação do livro “Tu Não Te Moves De Ti”, de Hilda Hilst. Fruto das pesquisas sobre o trabalho do ator-dançarino e da encenação que o grupo realiza desde sua criação, Tu não te moves de ti é produto de um protocolo de criação iniciado em 2012, que combinou o texto da autora, música, ações físicas, sonoras e frases de movimentos desenvolvidos num processo de treinamento e criação cênica elaborado pelo próprio grupo a partir do Processo de Busca e Retomada.

O espetáculo, que tem ênfase no movimento e no trabalho corporal e vocal do atores-dançarinos, está ambientado num espaço cênico atemporal - uma espécie de casa de velhos, de vivos, de mortos, de memórias - no qual a personagem central (Tadeu) e sua esposa (Ruth) revive, sonha ou revê os diversos momentos de sua vida pessoal, conjugal, sexual e social em ambientes que podem ser ao mesmo tempo o quarto (sala) do casal, um trem, um bosque (jardim) e muitos outros locais nos quais habitam personagens (ou seriam eles mesmos?) ao mesmo tempo estranhos, intrigantes, misteriosos... e diáfanos.

O eixo que norteia a realização do espetáculo é o Processo de Busca Retomada, metodologia de construção espetacular pelo ator-dançarino que parte das ações físicas e sonoras e das frases de movimento como elemento estruturador da cena. Trata-se de treinamento desenvolvido pelo pesquisador e diretor do grupo Adilson Siqueira, que já foi utilizada em diversas montagens cênicas do grupo. Com base nesta técnica, que vem sendo aprimorada pelo grupo, o MOVÈRE desenvolve sua própria  linguagem de treinamento e criação espetacular que tem o movimento corporal como a origem e o meio de expressão das dinâmicas de pensamento, emoção e ação do ser humano, construindo assim uma estética cênica para o ator-dançarino e, a partir dela, desenvolvendo uma linguagem que integra o do artista visual entre outros, no contexto  espetacular.

 Local: Centro Cultural Feminino - Centro - São João del-Rei - MG

Dias 01, 02 e 03 de novembro/2013 - 20h

Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)



Movèrianas 2013

Nos dias 14,15 e 16 de Junho haverá mais uma edição das Movèrianas.

As inscrições começaram hoje dia 03 e vão até 12 de Junho,os interessados deverão procurar a sala 2.13 REUNI,das 15 as 19 hrs e o valor é de 15,00 reais.

 



MOVÈRIANAS 2012

DIAS 04,05 E 06 DE MAIO

SÃO JOÃO DE REI - TIRADENTES

 “Prá onde vão os trens, meu pai? Para Mahal Tami, Cam rí, espaços no mapa, e depois o pai ria: também prá lugar algum meu filho, tu podes ir e ainda que se mova o trem tu não te moves de ti.”

(Hilda Hilst)

O ponto base desta “Movèriana” foi o texto "Tu não te moves de Ti", da escritora Hilda Hilst. Nesta edição dividimos as ações em duas cidades, ficando uma parte condensada em São João Del Rei. Integramos na ação o Karawane que seguiu circuito com os integrantes do evento em suas bicicletas rumo a Tiradentes, onde ficariam o fim de semana hospedados. Nesta mesma casa se desenvolvia as vivências e experimentações das temáticas suscitadas no texto de Hilda.

No sábado (05/05) no CTAN pela manhã os trabalhos embasaram-se no treinamento de Busca e Retomada estruturado pelo Prof. Adilson Siqueira. Uma parada para uma vivência gastronômica. À tarde o grupo parte na KarawanCicleta rumo a Tiradentes e no percurso acontecem paradas para a elaboração de matrizes. No inicio da noite chegam à casa em Tiradentes para uma recepção espetacular.

 No domingo (06/05) pela manhã, no pátio da Igreja das Mercês foram retomadas as matrizes e personas. Viu-se personas que falavam aos poucos frases contidas em Tu não te moves de Ti, numa apropriação a princípio tímida dos personagens trazidos na narrativa literária. Partindo do jogo entre a oposição de emoções e dinâmicas corporais as personas se reconheciam, se aproximavam e geravam pequenos relacionamentos.

A segunda parte da manhã realizou-se nas dimensões da casa de Tiradentes e nessa oportunidade conduzi uma dinâmica de adequação aos espaços com estimulo ao diálogo que se elaboraria entres as personas. Uma parada para uma nova vivência gastronômica.

Experimentamos a loucura a memória e o descontrole. Personas caminharam pelas ruas de Tiradentes, comeram entre nós e nos tocaram também. Aos poucos tudo se se amalgamava. Quem são os velhos, os loucos, os atores? Já não sabíamos ao certo. Imergimos na experiência e vimos as personas saírem por todos os lados: entre portas e janelas, das frutas do quintal. Rompemos a própria pele.

No inicio da noite do domingo nos organizamos para a apresentação do evento espetacular com público de 04 amigos. Muita segurança e vontade de fazer acontecer: abrimos a Casa dos Loucos para os sãos! 

Autora: Fabricia Dias




Arte, Cena e Sustentabilidade


O Movére é um dos subgrupos do Grupo Transdisciplinar de Pesquisa em Artes Culturas e Sustentabilidade. Tem como principal objetivo desenvolver um processo eco-poético de treinamento do ator dançarino e da construção da cena espetacular. Como parte desse grupo, o Movére pauta sua atuação com base na linha de pesquisa em Artes cênicas, Performance Comunitária e Sustentabilidade do mesmo e é integrado por estudantes do curso de Teatro, os quais, sob a orientação de um pesquisador, desenvolvem ações de pesquisa (Iniciação Científica), Extensão (O projeto Arte e Sustentabilidade para toda parte) e ensino (promoção de cursos, vivências e oficinas ministrados por seus membros e por profissionais afins ao trabalho do grupo).

Dedica-se prioritariamente ao estudo e à pesquisa do corpo em situação de  representação, à corporeidade, às técnicas do ator, à cena e à Performance com o objetivo de desenvolver novas poéticas cênicas, técnicas e dramaturgias corporais baseadas numa cultura de sustentabilidade, de modo a criar uma nova eco-poética para o trabalho do ator-dançarino.

Visite a página do Grupo Movére e saiba mais:

     

Exibindo 1 Item
Pesquisadores (alunos)ColaboradoresTécnicos
Classificar 
 
Classificar 
 
Classificar 
 
Pesquisadores (alunos)ColaboradoresTécnicos
Ana Paula Rocha, Giselle Mara, Romiria Turchetti, Thaissa Gömöry, Amanda Couto, Camila Ribeiro, Genilson Ferreira, Jan Trindade, Victor Góis  Virgilio Dangelo 
Exibindo 1 Item
Comments